Como investir na bolsa de valores? Passo-à-passo!

Saber como investir na bolsa de valores não é uma das tarefas mais fáceis. Realmente, é uma atividade que leva tempo e pode até gerar algumas despesas no começo do investimento. Entretanto, você deve aprender com os erros se quer continuar no negócio.

Muitas pessoas cometem alguns erros simples durante o processo e acabam por sofrer danos financeiros que não precisavam ocorrer. Se você for esperto, não vai ser capturado por armadilhas que, normalmente, os investidores iniciantes são. Atividades como investir na bolsa de valores requerem muita cautela.

Se você é um investidor iniciante, ou mesmo se só quer saber mais sobre o ramo, chegou a hora. Aqui, você aprende tudo sobre como investir na bolsa de valores, e pode continuar com as suas aplicações regulares sem correr maiores riscos. Confira a seguir!

Como investir na bolsa de valores

Como investir na bolsa de valores: Abra uma conta no banco

Primeiramente, você vai precisar de uma cobra regular em um banco. Essa é a maneira mais popular, já que a maioria das pessoas já possui uma conta em bancos grandes, que até oferecem opções e orientações para saber como investir na bolsa de valores.

A outra opção é abrir uma conta em uma corretora. As corretoras estão se tornando bastante populares nos dias de hoje, e se modificam apenas em alguns pontos em relação aos bancos. De qualquer maneira, se você ainda não possui uma conta corrente, vale a pena pesquisar mais sobre esses serviços.

Sabemos que esse primeiro passo é bastante óbvio, mas algumas pessoas pensam que podemos aplicar dinheiro na bolsa apenas possuindo a quantia, e isso não é verdadeiro. Você precisa estar associado a alguma instituição.

Pesquise sobre taxas e cobranças

O segundo passo para saber como investir na bolsa de valores é pesquisar um pouco mais sobre as taxas e cobranças desse serviço. Você deve compreender que um investimento na bolsa não é a mesma coisa que um investimento em outras modalidades. Afinal, você está fazendo um acordo com empresas.

Você pode ficar tranquilo quanto a um ponto: não há um valor mínimo para ser investido na bolsa. Você só precisa fazer uma boa pesquisa para não perder a sua quantia, seja ela qual for.

Você também não precisa pagar grandes taxas. Atividades como investir na bolsa de valores possuem tributações sim, mas elas variam muito de acordo com a modalidade de fundos que você vai escolher e de acordo com o tempo que mantém o seu dinheiro em circulação.

Ademais, temos algumas taxas, como a de custódia, que é basicamente um valor que você paga para manter o seu dinheiro na bolsa. Mas não se assuste, pois, o valor é mínimo. Ele pode variar de 5 reais a 10 reais, dependendo das condições de aplicação do contexto em que você está.

Planeje investimentos regulares

Para continuar a entender como investir na bolsa de valores, você deve saber de um fato: raramente uma pessoa vai aplicar das primeiras vezes e ter sorte, ou seja, sair com o dinheiro que planeja em mãos. Entendemos a aplicação na bolsa mais como uma atividade regular. Por isso, você precisa de bons planejamentos.

Nessa etapa, estamos falando de olhar para a sua conta bancária e pensar em um valor regular que pode ser retirado para esse fim. Você deve primeiramente contar com a despesa, afinal, ninguém saberá exatamente quanto você poderá faturar com os seus investimentos. Se for planejar, é preciso pensar sempre na hipótese mais baixa.

Coloque tudo nesse planejamento: os seus gastos mensais, as suas atividades, necessidades e programas de lazer. Você deve pensar nessa etapa como um passo simples que todos fariam para poupar dinheiro. Entendendo isso, fica mais fácil começar a investir com qualidade.

Escolha o tipo de fundo que mais te agradar

Existem diferentes tipos de fundos de investimento na bolsa de valores, e você precisa escolher o que mais te agrada para começar. Nossa dica é sempre diversificar o seu investimento, mesmo que já possua uma modalidade de preferência. Assim, se algo sair errado com uma delas, você não vai ter uma enorme perda.

Em termos simples, podemos dividir os tipos de fundos em 3 categorias:

  1. Os fundos de ações
  2. Os fundos de curto prazo
  3. E os fundos de longo prazo.

Todos esses possuem regras diferentes de conduta.

No primeiro, não há restrições quanto ao tempo que você coloca o dinheiro em circulação. No segundo, você vai precisar manter o investimento apenas por 180 dias. No terceiro, você precisa manter o investimento por 360 ou até 720 dias.

É hora de verificar os seus alvos

Agora, você vai precisar verificar os seus alvos. Onde você planeja investir? Se for, por exemplo, em fundos de curto prazo, você precisará ver quais empresas estão com seus papéis disponíveis para investimentos dos interessados.

Como você já deve saber, a bolsa de valores é nada mais que um espaço de trocas financeiras entre empresas e investidores.

Cuidado com empresas que crescem muito rápido, ou que estão sendo levadas ao topo pela popularidade momentânea promovida pelo público. Essa pode ser uma coisa do momento, que vai acabar logo. Você não pode se deixar levar, apenas, pela opinião popular.

Acompanhe os resultados

Por fim, chegamos ao nosso último passo. Agora, é a hora de checar cuidadosamente todos os resultados para que você entenda onde acertou e onde houve erros durante o processo. E acredite, vão existir tanto erros quanto acertos durante os seus investimentos.

É interessante manter algum registro das suas aplicações e tentar traçar um plano de ação. Assim, você garante regularidade e inteligência na hora de investir. Além disso, você não fica por fora das tendências de investimento atuais, que merecem ser atualizadas e checadas.

Falando em tendências, é sempre interessante pesquisar por materiais, como notícias sobre a bolsa, para não ficar por fora do ambiente em que você está aplicando. Muitas pessoas cometem o erro de aplicar de maneira impulsiva, e acabam por tomar decisões erradas.

Com um pouco de cuidado, você evita que isso ocorra e melhora a qualidade da sua atuação!

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.

 
© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top