Dólar alto: entenda como isso afeta suas finanças no dia a dia

O dólar alto é uma realidade presente no dia a dia do brasileiro já há muitos anos. Isso porque essa moeda tem sofrido com constante valorização no cenário mundial. 

Muitas pessoas pensam que a alta da moeda norte americana influencia apenas na vida de pessoas que viajam ao exterior frequentemente ou utilizam muitos produtos importados. 

Mas isso não é bem verdade. Nos dias de hoje o dólar alto acarreta em elevação dos valores de praticamente tudo. 

Isso porque com o fenômeno da globalização diversos tipos de produtos são negociados baseados na cotação dessa moeda. 

Existem alguns fatores que influenciam muito na valorização do dólar e os mais importantes são os acontecimentos políticos tanto no exterior como no Brasil. 

Eles modificam o cenário econômico mundial, pressionando o câmbio e, em determinadas situações provocando a desvalorização do real além da alta do dólar. 

Dessa forma tanto os investidores quanto os consumidores são prejudicados e acabam sofrendo financeiramente com as consequências da elevação do valor do dólar. 

Atualmente o valor da moeda norte americana chegou praticamente aos R$4,50. Isso reflete significativamente na vida dos brasileiros. 

Acompanhe este artigo para compreender como o dólar alto influência na sua vida mesmo que você não utilize diretamente essa moeda. 

Problemas com o dólar alto e como ele afeta suas despesas

Se você estiver pensando que não é afetado pelo dólar alto porque não compra nem vende nada pagando nessa moeda e nem viaja para o exterior, você está muito errado. 

O dólar influencia diretamente em praticamente tudo o que é comercializado no Brasil. Isso porque essa moeda tem uma importância enorme no cenário mundial. 

Então você verá nos próximos itens algumas situações do dia a dia em que o dólar alto acaba prejudicando as suas finanças. 

O Dólar alto modifica diretamente o valor do que você compra

Veja os dois principais exemplos práticos de que a cotação da moeda norte americana influencia no poder de compra dos brasileiros. 

Modificação do valor de produtos brasileiros

A primeira coisa a ser considerada aqui é que o dólar alto faz com que a inflação seja puxada para cima. 

Devido à isso a classe média brasileira é a primeira a ser atingida pela elevação da cotação da moeda norte americana. 

Isso ocorre porque no Brasil parte considerável das matérias primas são importadas, sofrendo altas em seus preços de acordo com as oscilações do dólar. 

De alguma forma isso acaba impactando em praticamente tudo o que é comercializado no país, visto que em alguma etapa da cadeia produtiva haverá aumento de custo.

Dessa maneira diversos produtos utilizados no dia a dia como alimentos e combustíveis sofrem aumentos em seu valor devido ao dólar alto. 

Além disso os produtos fabricados em território nacional também acabam sofrendo aumentos. Isso frequentemente ocorre com soja, café, açúcar, milho e carne, por exemplo. 

Aumento no valor de viagens internacionais

A maior parte dos brasileiros que viaja pra o exterior pertence à classe média e vive constantemente a difícil realidade de ter que poupar durante muito tempo para fazer uma viagem para fora do país. 

Com o dólar alto os valores das passagens aéreas ficam ainda mais elevadas, bem como a hospedagem.
Isso porque atualmente todas as cotações são feitas levando-se em consideração o valor do dólar.

O Dólar alto provoca crises econômicas 

Veja agora como a alta da moeda afeta a economia do nosso país, atingindo diretamente toda a estrutura social. 

O governo não consegue estabilizar o real 

O dólar alto dificulta muito que o governo do Brasil consiga estabilizar o real e mantê-lo valorizado quando comparado aos demais países da América Latina. 

O ideal é que o real tenha maior valor com relação ao peso argentino, peso chileno, moeda no Peru (novo sol) e bolivianos. 

Isso reflete diretamente no cenário econômico do país, que para ter sucesso econômico deve se manter em destaque pelo menos no cenário Latino Americano. 

Uma crise econômica tem como consequência o desemprego

Devido ao longo prazo dos contratos realizados entre as indústrias e o varejo, o dólar alto passa a ter maior influência somente se ele permanecer em alta durante um longo período. 

Dessa forma isso começa a se disseminar, atingindo diretamente a economia brasileira nas diversas classes sociais. 

Isso porque as influências ocorrem em diversos âmbitos, avançando rumo ao desemprego. E quando chega nesse estágio, abala a estrutura social. 

Com elevados índices de desemprego as movimentações econômicas dentro do país são reduzidas, ocasionando cada vez mais consequências negativas. 

Como economizar com o dólar alto

Como você já pode perceber, o dólar alto influencia diretamente na economia mundial e também do Brasil. 

Por isso pode parecer impossível fugir das elevações do valor da moeda. Entretanto, existem algumas alternativas para que você reduza os impactos sobre a sua vida financeira. 

Veja quais são elas:

  • Acompanhe a cotação da moeda e compre passagens quando ela estiver em baixa;
  • Se você for viajar, compre uma boa quantidade de dólar quando a cotação estiver menor;
  • Busque por produtos importados promocionais;
  • Troque os produtos alimentícios importados pelos nacionais sempre que isso for possível; 
  • No mercado financeiro você pode lucrar com a flutuações da moeda negociando-a no mercado futuro. Essa é uma ótima oportunidade de lucrar com o dólar alto. 

Seguindo essas dicas simples, você conseguirá reduzir pelo menos um pouco do impacto que as oscilações do dólar tem em sua vida. 

Despesas mais sensíveis ao dólar alto

Sem dúvidas para a população em geral as despesas que mais são modificadas com o dólar alto são as viagens e a compra de produtos importados. 

Além disso praticamente todos os produtos de uso diário como azeite, pão, macarrão e biscoitos terão seus valores aumentados. 

Além desses, remédios, eletrodomésticos e eletrônicos também tem seus valores reajustados constantemente. 

Combustíveis como o diesel e a gasolina tem variação de valor que acompanha a cotação do dólar. E isso obviamente influencia indiretamente em todos os produtos que o brasileiro consome devido à elevação do valor do serviço de distribuição. 

Dessa maneira o efeito cascata faz com que o valor do dólar alto afete todo o restante da economia. 

Conclusão

Como você pode perceber, o dólar alto não afeta somente os empresários e a classe média/alta brasileira. 

Isso porque direta ou indiretamente a alta da moeda tem influência sobre os custos de produção e distribuição dos produtos no Brasil. 

Dessa forma o valor de produtos básicos como o pão pode ser elevado por causa de uma alta no dólar. 

Então, se você pensava que o dólar alto não mudava nada em sua vida, agora você já sabe que na verdade ele tem uma influência direta sobre as suas finanças.

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96110.7847


Suporte ao Aluno:

(11) 96014.8397
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top