Entenda o consumismo infantil por influência da publicidade

foto de criança segurando sacolas de compra
O consumismo infantil está geralmente ligado as propagandas e ações de marketing vistas na televisão.

Você tem filhos ou convive diariamente com crianças pequenas? Em caso positivo, é muito provável que você já tenha reparado no gigantesco número de publicidades que são diretamente direcionadas para este público, destacando a força do consumismo infantil.

Uma vez que pais e mães geralmente trabalham o dia todo, a internet e a televisão acabam sendo a companhia diária de muitas crianças, favorecendo o acesso às propagandas e ações de marketing. Nos canais pagos, por exemplo, basta alguns minutos de intervalos comerciais para ver uma propagando a respeito de um novo brinquedo fenomenal.

7 dicas para proteger seu filho do consumismo infantil

Seja um bom exemplo

Se você é uma pessoa consumista e deseja tudo aquilo que vê nos comerciais, dificilmente conseguirá instruir seu filho a agir de modo diferente. Isso porque o exemplo é o principal norteador de caráter de uma criança e, portanto, qualquer mudança nos hábitos de consumo deve começar por você!

Não atenda a todos os desejos da criança

Por condições financeiras para atender a todos os caprichos da criança, não ceda a todos os pedidos. Esta é uma maneira de fazê-la entender que nem sempre é possível ter tudo e que nem todos os produtos apresentados nos comerciais são extremamente necessários.

Reduza o contato da criança com a publicidade

Embora esta seja uma tarefa difícil, tente diminuir o tempo de televisão e internet da criança, de modo que ele não fique tão exposta às propagandas e seja tentada pelo consumismo infantil. Se for muito complicado realizar outras atividades, prefira fazer a criança assistir a filmes em DVD, pois geralmente não possuem comerciais.

Faça acordos com a criança

É claro que você é livre para presentear seu filho quando e como quiser. Porém, é recomendado que isso seja feito principalmente em ocasiões especiais (como aniversários, Natal e Dia das Crianças) e com base em acordos previamente firmados com a criança, e jamais apenas porque “ela pediu”.

Tenham momentos de lazer livres de consumo

Uma ação importante para diminuir o consumismo infantil é a realização de atividades prazerosas que estejam livres de gastos. Um passeio no parque ou uma tarde de filmes em casa, por exemplo, são atividades que proporcionam diversão sem precisar gastar dinheiro e consumir produtos.

Saiba dizer não sempre que for necessário

Dizer não é uma verdadeira experiência de amor que um pai ou uma mãe pode ter com seu filho. Isso porque negar alguma coisa para uma criança não é exatamente uma ação doce e feliz. Porém, quanto antes a criança entender que as vezes é preciso ouvir um “não”, melhor será para a construção de sua personalidade.

Conscientize a criança sobre o consumismo infantil

A partir de certa idade, a criança já é capaz de entender o que existe por trás das propagandas — como os interesses comerciais de uma empresa e as promessas milagrosas que nem sempre se provam verdade. Ensine seu filho a lidar com o consumismo e com o dinheiro desde cedo, de modo que ele possa se tornar uma pessoa financeiramente saudável — e não um indivíduo que sofre de consumismo compulsivo.

Imagem: philipimage / iStock / Getty Images Plus

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.

Tem Dúvidas?

Fale Conosco

(11) 3003-0439

Quer Saber Mais?

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top