Entenda os conceitos sobre sustentabilidade financeira

foto de gráfico de planta
Sustentabilidade financeira tem como principal objetivo não gastar além do que se ganha. 

A noção de sustentabilidade implica em gerir da melhor forma possível os recursos que estão à disposição. Este conceito é aplicável em diferentes segmentos, especialmente quando envolvem recursos que estão se tornando menos abundantes. Você possivelmente já ouviu falar em sustentabilidade ambiental, por exemplo, que propõe medidas para a preservação da natureza. No entanto, o conceito de sustentabilidade é igualmente útil para muitas outras áreas.

Em situações cotidianas, um dos grandes desafios é alcançar a chamada sustentabilidade financeira. A regra principal para garantir saúde financeira consiste em não gastar além do que se ganha. Mesmo se tratando de um cuidado muito básico, boa parte das pessoas acaba fracassando nesse ponto, sobretudo porque não têm sabedoria para usar o cartão de crédito e têm o hábito de parcelar compras.

Isso é agravado pelo fato do rotativo, adicional praticado se a parcela não é quitada por completo, apresentar um dos juros mais elevados do mercado. No Brasil, a taxa de refinanciamento do rotativo chega a alcançar 700% por ano, destacando-se como a maior da América Latina.

A metodologia aplicada na sustentabilidade financeira

Para que a sua relação com o salário não se resuma a pagar as contas, é essencial que você desenvolva um plano financeiro: determine primeiro o quanto será possível economizar e quais são seus objetivos para uma poupança em longo prazo. Afinal, ter um foco geralmente motiva os indivíduos a guardarem dinheiro. No começo, isso pode parecer bem complicado, mas planejar segue como o modo mais eficiente para se evitar contratempos.

Separar uma parcela dos lucros assegura uma reserva para eventuais emergências e, por isso, a expressão sustentabilidade financeira faz tanto sentido neste contexto. Também é fundamental ser realista em relação ao orçamento, o que significa que seu estilo de vida precisa estar de acordo com as suas possibilidades. Caso não seja possível, é hora de repensar os hábitos de consumo.

Em termos práticos, o ideal é que você crie uma planilha com todos os pagamentos programados. Na sequência, defina quais são os gastos que não podem ser reduzidos ou cortados, tipo aluguel. Às vezes, renegociar o plano de celular ou de televisão a cabo faz uma enorme diferença.

A criação dessa planilha permite quitar as dívidas, bem como prevenir endividamento no futuro. Tudo isso colabora para a sustentabilidade financeira e consequente independência econômica. Com o dinheiro que restar, decida quais são as prioridades — como uma casa própria, uma viagem ou uma aposentadoria.

Sustentabilidade financeira em negócios

Um empreendedor que almeja ser bem-sucedido precisa gerir corretamente cada centavo que entra ou sai de sua empresa. A partir dos dados orçamentários, o administrador é capaz de estabelecer uma visão estratégica. Se bem-feita, a sustentabilidade financeira concede um capital de giro para que a firma invista e se mantenha em funcionamento.

Imagem: © Depositphotos.com / malpetr

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 94122.1847


Suporte ao Aluno:

(11) 96552.0697
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top