Finanças pessoais: aprenda a usar o crédito com responsabilidade

Ao discutir sobre finanças pessoais é preciso ter consciência de que esse é um assunto importante para a saúde da sua vida financeira. Caso você esteja envolvido em algum tipo de dificuldade ou emergência econômica, uma saída pode ser obter crédito de forma rápida e eficiente.

Porém, como crédito não é renda, ou seja, não é um recurso seu, e sim uma espécie de empréstimo, você deve utilizá-lo com responsabilidade. Sem consumi-lo por impulso ou sem se tornar um devedor negativado no mercado.

Sendo assim, aprenda a usar o crédito com responsabilidade e evite problemas de finanças pessoais. Confira nossas dicas!

Faça boas escolhas!

Como foi apontado, finanças pessoais são importantes para a saúde da nossa vida financeira. Elas envolvem algo que estamos precisando no momento e que não podemos esperar. Muitas vezes, diz respeito à próxima compra de mantimentos em um supermercado, aquisição de roupas novas ou outros objetos pessoais.

Por isso, não use o crédito no desespero, pegando o primeiro que aparecer. Verifique as taxas de juros e multas. É mais vantajoso ter um cartão de crédito do que um cheque especial ou um cheque especial do que um crédito consignado. Pesquise o prós e os contras e faça a sua escolha!

Filtre as demandas!

Ao usar algum crédito, priorize demandas mais urgentes, como as de curto prazo. Essa filtragem fará toda a diferença quando você for quitar a dívida. Afinal, quanto mais tempo demorar para pagá-la, maior é a bola de neve financeira.

Escolha a melhor data de vencimento!

A data de vencimento do pagamento do crédito é crucial para que você continue com esse recurso. Tenha em mente que, ao utilizar alguma linha de crédito, você trocará uma dívida por outra.

Você utilizou o crédito para pagar algumas dívidas urgentes, mas o débito continuará, com um pouco menos de pressão, porém continuará. Por isso, escolha uma data que não atrapalhe o pagamento. Se isso acontecer, você corre o risco de perder o crédito.

Não trate o crédito como renda!

Nunca, em hipótese alguma, o crédito concedido deve ser tratado como parte de um salário ou de uma remuneração. O crédito é passageiro e será quitado mais cedo ou mais tarde. Para fazer isso, você pode usar o décimo terceiro salário, férias ou gratificações.

Uma maneira mais penosa de quitar o crédito seria reduzindo os custos, cortando os gastos desnecessários e economizando mês após mês até alcançar o valor ideal. Isso não é fácil, mas pode ser consolidado como um projeto pessoal ou como uma meta a ser atingida.

Lembre-se de que o crédito foi usado em uma situação de emergência. Apos o uso e o pagamento, você precisa se organizar para manter o orçamento dentro da sua renda, sem precisar solicitar cheque especial, por exemplo.

O bem mais valioso de uma pessoa é o nome limpo, sem dívida que o impeça de realizar seus sonhos ou facilitar a aquisição de algum bem ou serviço. Preserve o seu nome e não fique negativado no mercado!

Tem mais algumas dicas sobre como usar o crédito com responsabilidade? Deixe um comentário e compartilhe a sua experiência!

 

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.

 

Fale Conosco

(11) 3181-0610

(11) 9 5754-3265

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top