Payback: entenda esse indicador de retorno de investimento

foto de lousa com descrição e desenho de cifrão
O playback é um método utilizado para calcular o tempo de recuperação de um capital que foi investido.

É importante que os investidores tenham saibam quais são as melhores maneiras de mensurar e calcular os lucros do seu negócio. Este tipo de conhecimento é essencial para que seja possível efetuar uma boa administração do seu empreendimento, além de permitir a identificação do melhor período para investir e lucrar.

Nesse contexto, uma ferramenta que pode ser muito útil é o Payback. Entenda melhor a seguir:

O que é Payback?

Payback é um termo em inglês que pode ser traduzido como “retorno”. Trata-se de um método usado com o intuito de calcular o tempo de recuperação de um capital que foi investido. Em geral, esse período é mensurado em dias, meses ou anos.

Para efetuar a análise do Payback, é necessário saber qual é o resultado do fluxo de caixa acumulado, em outras palavras: é necessário conhecer a organização dos fluxos financeiros que vão do começo ao término do projeto. Nesse contexto, é possível contar com dois tipos de Payback: o simples, também chamado de Período de Payback, e o descontado.

O tipo simples leva em consideração as entradas do caixa e o valor que foi investido. Caso o valor que entrou seja equivalente ou maior do que o valor que foi investido, então há a possibilidade de descobrir o período que demorou a isso ocorrer. O tipo descontado, por sua vez, leva em consideração uma taxa de juros, visto que ele considera os fluxos descontados com o objetivo de descobrir quando os fluxos de caixa irão pagar o investimento de início.

Vantagens e desvantagens do Payback

O Payback é um procedimento bastante simples, o que facilita bastante a vida do empreendedor. É válido destacar também que ele proporciona uma clara noção do grau e do risco de um determinado empreendimento ou investimento, o que possibilita ao administrador efetuar um bom planejamento de estratégias.

Entre as desvantagens, convém destacar o fato de que ele não leva em consideração os fluxos de caixa após a recuperação do capital inicial investido. Além disso, ele não apresenta os cash flows que foram gerados após o ano de recuperação, o que o torna um método não muito recomendado para a avaliação de projetos que apresentam uma longa duração.

Conhecer as características de mensuração de lucro oferecidas por esse método é importante, especialmente em épocas de crise econômica e dificuldades financeiras — que exigem tomadas de decisão assertivas e uma boa gestão.

Imagem: Ildo Frazao / iStock / Getty Images Plus

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 94122.1847


Suporte ao Aluno:

(11) 96552.0697
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top