21 Dicas para Sair do Vermelho

Você gasta mais do que ganha?

Então saiba que não está sozinho. De acordo com a Serasa – Centralização dos Serviços Bancários S/A -, cerca 54 milhões de brasileiros começaram o ano de 2015 inadimplentes e lutam diariamente para liquidar essas dívidas. No final do ano passado o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou que os principais gastos atualmente dos brasileiros são com alimentação e transporte.

Além disso, ocorrem investimentos altos em habitação (aluguéis e financiamentos) e na educação. E no meio do aumento generalizado da inflação, das taxas de juros e dos impostos, economizar tornou-se uma missão quase impossível para quem tem renda fixa.

Para sair do vermelho de uma vez por todas, siga as dicas a seguir e não volte a cair nessa cilada:

Dica 1

O primeiro passo é fazer um planejamento completo dos gastos realizados para saber o que realmente é essencial ou o que pode ser reduzido ou cortado;

Dica 2

Liste quanto você está devendo, há quanto tempo e para quem. Inclua nesse cálculo as despesas fixas, o empréstimo e os juros a serem pagos;

Dica 3

Monitore seu orçamento anotando tudo o que comprar;

Dica 4

Renegocie suas dívidas e prefira quitar as contas com juros mais altos, como cartão de crédito;

Dica 5

Adeque-se ao padrão de vida aos seus reais rendimentos;

Dica 6

Planeje sempre as compras e saia de casa com uma lista de produtos para não comprar objetos supérfluos;

Dica 7

Pesquise preços e formas de pagamento antes de efetuar a compra;

Dica 8

Prefira sempre pagar em dinheiro. Visualizar o quanto está gastando pode evitar gastos desnecessários;

Dica 9

Se você tem mais de um cartão de crédito, cancele os demais para utilizá-lo somente em casos emergenciais;

Dica 10

Para o lazer, evite ir ao shopping e procure atividades gratuitas como passeios a parques públicos, exposições e museus;

Dica 11

Pague as contas em dia, evitando os gastos com as multas, juros e outros encargos;

Dica 12

Evite sair com cartão de crédito ou talão de cheques para evitar a tentação de gastar;

Dica 13

Sempre que possível, opte pelo pagamento à vista e negocie um desconto;

Dica 14

Não use o cheque especial ou o pagamento parcial do cartão de crédito;

Dica 15

Se for possível, use a verba das férias ou do 13º salário;

Dica 16

Para economizar dinheiro, evite comer fora de casa, compre menos roupas e fale menos ao telefone para reduzir o valor das contas;

Dica 17

Estabeleça como prioridade pagar a dívida. Se não puder pagá-la à vista, parcele. Cuidado para que ela não ultrapasse 15% do seu salário para não comprometer ainda mais a sua renda;

Dica 18

Estabeleça metas e se comprometa com o prazo determinado, assim o devedor consegue colocar um limite na situação;

Dica 19

Busque alternativas para aumentar a renda familiar e procure atividades extras que possibilitem outra fonte de dinheiro;

Dica 20

Recorra aos investimentos. Depois de sair do vermelho você voltará a poupar, o importante e a prioridade é quitar suas dívidas;

Dica 21

Após essa fase, poupe todo mês uma quantia para compor uma reserva de emergência. Dessa forma, não há mais risco de ter que apelar para o cheque especial ou rotativo do cartão de crédito quando surgir esse imprevisto.

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 9 61107847

(21) 9 69389672

(11) 3230-2238

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top