7 dicas de como economizar e juntar dinheiro

Vivemos em uma sociedade capitalista, onde economizar dinheiro pode ser algo quase impossível, principalmente com todas as possibilidades de compras, como roupas, sapatos entre outros gastos que não são necessário naquele determinado momento. 

Você faz diversos planos na tentativa de realizar uma pequena economia, você tenta economizar e chega ao final do mês, você percebe que não conseguiu economizar nada! Acredito que você precise de uma ajudinha para conseguir economizar e juntar dinheiro. 

Mas antes de falar sobre as dicas que reunimos para que seja possível te ajudar nessa missão, vamos começar separando em três grandes categorias, para que iniciar o processo de organização: 

  1. Organização
  2. Entenda sua renda
  3. Reduza seus gastos

Nesse processo de separação, você consegue observar o valor real que você possui ao longo do mês (ganhos), em seguida, você terá dimensão de todos os seus gastos e quais são os gastos que precisam ser reduzidos. 

Pois sabemos que existem gastos que não são necessários naquele momento, é apenas para alimentar um impulso consumista. 

Como organizar sua vida financeira para conseguir economizar dinheiro

O primeiro passo que falamos acima é a organização, então você precisa entender começar a organização da sua vida financeira: 

  1. Registre todas as despesas que foram realizadas: Para que você consiga controlar o seu dinheiro, você precisa saber para onde ele está sendo destinado os seus gastos. Você conseguir realizar essa tarefa de duas formas: 
    • Guardando todas as notinhas;
    • Escolhendo um app ou uma planilha para que você possa anotar todos os gastos;
  1. Trace metas para os seus gastos mensais: Agora que você tem todos os gastos detalhados e sabe exatamente para onde seu dinheiro está indo, está na hora de você criar suas próprias metas de gastos. Você pode reduzir a compra de uma determinada quantidade de roupas, aquele cafezinho da tarde gourmet. Você separar seus gastos em grupos grandes e determinar % para cada um dos gastos, como: 
    • 50% da sua renda líquida para os gastos necessários: aluguel, alimentação, transporte;
    • 15% da sua renda líquida para seus gastos financeiros: esse ponto será importante para que você consiga quitar suas dívidas. Caso não esteja com dívidas, é aqui que você consegue investir seu dinheiro;
    • 35% da sua renda líquida para os seus gastos com estilo de vida: Aqui você determina quanto que você consegue dedicar do seu orçamento para gastos pessoais, como academia, compras entre outros. 

No momento em que estiver estabelecendo suas metas, faça o arredondamento das despesas sempre para cima, mas a sua renda sempre para baixo, dessa forma você ganha uma margem de erro, que final fica tudo equilibrado. 

Entendendo a sua renda

Se você tiver uma renda fixa, como um salário mensal é mais simples para que você consiga entender todos os seus ganhos.

Se você é autônomo ou trabalhe como freelancer, sua renda é um pouco mais complicada de ser mensurada, por isso é importante que você detalhe todas as suas fontes de renda dos últimos 12 meses, para que você consiga ter uma média para os seus ganhos. 

Para salário fixo, caso receba em um vencimento, será bem simples de você conseguir entender todos os ganhos, caso seja dois vencimentos, você pode organizar um vencimento para pagamento das contas essenciais e o segundo vencimento para o restante dos gastos. 

Como reduzir os seus gastos

No processo de redução dos seus gastos que você consegue começar a economizar para conseguir juntar dinheiro, conheça algumas ações para que você reduzir todas as suas despesas: 

Faça compras com dinheiro in cash

Se você não quer gastar mais do que você planejou, leve apenas o dinheiro necessário para realizar uma determinada compra. 

Se for o mercado, leve o suficiente para comprar os itens que são necessários, caso seja uma compra em um shopping, leve apenas o valor que você precisa para comprar aquele item. 

Quando o dinheiro está contado, nos preocupamos mais porque não queremos que a compra ultrapasse o valor que realmente temos na carteira. 

Troque as lojas de marca por lojas de departamento

Se você é uma dessas pessoas que adora uma roupa de marca e não passa nem perto de uma loja de departamentos, está na hora de você repensar os seus conceitos.

As lojas de departamento não significa estar comprando um produto de baixa qualidade, pelo contrário, existem muitos produtos de qualidade com um preço bem interessante.

Avalie se consertar não é melhor do que comprar um novo

No momento em que um eletrodoméstico ou um móvel apresenta algum defeito ou não está em boas condições, o primeiro pensamento é comprar um novo, mas já parou para pensar que pode ser que consertar seja a melhor ideia, tanto pela economia quanto pelo item em questão. 

Às vezes, o custo para comprar um novo de uma qualidade inferior, não vale a pena, o conserto pode ser muito mais interessante. 

Dicas para conseguir economizar e juntar dinheiro

Para que seja possível economizar e juntar dinheiro é necessário controlar todos os impulsos de consumo, principalmente em locais que são propícios para isso, como shopping, confira algumas dicas a seguir: 

  1. Cartão de crédito precisa ser deixado de lado: O cartão de crédito é o vilão de uma vida financeira saudável se ele não utilizado com sabedoria. Ele nos permite pensar que temos mais dinheiro do que realmente temos, logo utilizamos acima do que realmente podemos, gerando uma bola de neve. Utilize o cartão de crédito em situações em que for realmente necessário, como compras de alto valor que tenha a necessidade de parcelamento, por exemplo.
  2. Pague suas contas em dia: Quando o pagamento das suas contas não está sendo feito em dia, isso pode gerar juros para o próximo mês, elevando os gastos e impedindo que seja possível economizar. 
  3. Tenha objetivos claros traçados e crie uma meta para poupar dinheiro: A partir dos seus objetivos definidos de forma clara, você consegue separar um % mensal para que seja possível poupar uma quantidade, que pode ser definida de acordo com seus ganhos, como por exemplo, 5% dos valores que foram reservados para quitação de dívidas e poupar a outra parte. Caso não tenha dívidas, você pode aumentar esse percentual para poupar um pouco mais. 
  4. Escolha como guardar seu dinheiro: Existem diversos métodos no mercado para que você possa poupar seu dinheiro, como tesouro direto, CDI, e até mesmo poupança, onde é preciso avaliar o rendimento de cada uma de forma individual em caráter comparativo.
  5. Compreenda que guardar é diferente de poupar: O ato de guardar é que você está reservando uma determinada quantia para um fim, já o ato de poupar é que você evitando gastar para que consiga economizar. 
  6. Desafio de 1% ao mês: Que tal você a cada mês aumentar 1% do seu valor estipulado para poupar, dessa forma, você estará economizando sempre um pouquinho a mais. 
  7. Desafio das 52 semanas: Esse é um desafio interessante que também tem um caráter gradativo, você tem metas para obedecer para que você poupar dinheiro, e caso você tenha interesse você ainda pode investir esse valor. O desafio dura 1 ano, e ao final, você terá um valor predeterminado para resgatar.  

A gestão financeira ainda é muito negligenciada, principalmente no Brasil, mas estamos aqui para que você te ajudar com formas simples e dicas eficientes para que o seu dinheiro tenha realmente valor.

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96220.1823


Suporte ao Aluno:

(11) 93024.0660
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top