Aprender a investir na bolsa – Guia prático!

Você quer aprender a investir na Bolsa? Pois bem, você já observou como é o seu perfil relacionado a investimentos? Você é daqueles que gostam de investir mais dinheiro, pois os seus lucros serão maiores, ou prefere investir uma quantidade moderada, ter uma sobra, não arriscar muito, com medo de perder?

Essas duas questões mostram como é o seu perfil e, a partir delas, você tem uma noção de como seria investir o seu dinheiro. Muitas pessoas gostam de viver dessa forma, embora não saibam ou não se sintam confiantes em realizar investimentos na Bolsa de Valores. E é por isso que nós estamos aqui. Queremos fazer você aprender a investir na bolsa, entender que é um investimento que, por mais que possa oferecer riscos, você consiga fazê-lo de forma consciente.

E por que a bolsa de valores? Falamos da bolsa porque ela é, hoje, o investimento que gera as melhores rentabilidades. Se para um iniciante pode ser algo que intimide realizar esse tipo de investimento, nós queremos que você adquira o conhecimento para não ser apenas mais um na bolsa, não se sinta perdido, mas sim, que saiba o que está fazendo.

Dessa forma, elaboramos um guia prático, para você aprender a investir na bolsa. Fique por aqui, leia até o final e veja o quão rentável pode ser investir na bolsa de valores.

Aprender a investir na bolsa – Guia prático!,

O que é a Bolsa de Valores?

A Bolsa de Valores é o lugar onde as empresas e as pessoas se encontram para negociar ações. Com vendas e compras de ações, a Bolsa de Valores tem como objetivo assegurar um ambiente seguro para que as ações das empresas sejam negociadas de maneira eficiente, correta e justa.

E a total responsabilidade de garantir que você irá receber suas ações quando comprar e que irá receber o seu dinheiro quando vender é da Bolsa de Valores. Sendo ela também quem irá guardar as suas ações, num lugar totalmente seguro.

Se antes as compras e as vendas na Bolsa eram realizadas debaixo de gritarias, hoje é bem diferente. Nos dias atuais, os compradores enviam suas ordens para um computador central da Bolsa, onde este sistema eletrônico faz todos os negócios, de forma automática, de forma segura e rápida.

A principal bolsa do Brasil é a BMF&Bovespa. Sendo uma das maiores e mais modernas do mundo, ela permite que aconteçam negociações das ações no país num ambiente seguro.

O que é uma ação?

A definição de ação é uma pequena parte de uma empresa. Isso significa que a empresa é formada por um conjunto de ações. Uma vez que você compra ação de uma empresa, você se torna sócio dela e, dessa forma, passa a ganhar dinheiro com seus lucros e com a sua valorização.

Algumas empresas vendem algumas partes da companhia para novos investidores de forma a conseguir o dinheiro necessário para investir no seu negócio e alcançar os seus objetivos. Com isso, ao comprar uma parte, uma ação, você começa a fazer parte da história da empresa.

Como é feita a troca de ações entre empresas e investidores?

As empresas vendem suas ações na Bolsa de Valores para conseguirem levantar dinheiro necessário para realizar investimentos onde ela planeja crescer. A primeira vez que ela vende suas ações aos acionistas, é caracterizado como Mercado Primário.

Neste momento existe a troca em que as ações vão para os investidores, que enviam o dinheiro direto para as empresas. É quando acontece o IPO, que significa Oferta Publica Inicial, na tradução livre.

Depois que a empresa vende as suas ações para os investidores, eles continuarão negociando com outros investidores. Dessa forma, o dinheiro e as ações ficam circulando entre os investidores, num processo chamado Mercado Secundário.

Quero aprender a investir na Bolsa. Como faço?

Se você deseja aprender a investir na bolsa, você está no lugar certo. Observe os passos abaixo e veja como investir na Bolsa de Valores.

1 – Abra uma conta em uma corretora e em um banco

A primeira coisa que você tem a fazer é abrir uma conta em uma corretora e num banco. Essa conta bancária se faz necessária porque, para enviar o dinheiro para a corretora, você deverá fazer a transferência da sua conta bancária.

Por uma questão de segurança, o dinheiro só entra na sua conta da corretora de uma conta bancária que contenha o mesmo CPF. E o processo inverso também só funciona dessa forma: o dinheiro só sairá da sua conta na corretora se ele for transferido para uma conta bancária com o mesmo CPF.

Como nós queremos fazer você aprender a investir na bolsa, você, na hora de escolher uma corretora, precisa levar em consideração os seguintes pontos:

  • Confiança – conhecer o perfil e histórico da corretora para se certificar que se trata de uma empresa séria e comprometida;
  • Atendimento – uma corretora que preze pela qualidade e disponibilidade faz toda a diferença na hora da resolução dos problemas;
  • Custo x Benefício – não procure uma corretora apenas pelo preço, mas sim, pela confiança e atendimento.

Aqui está o link da Corretora que nós indicamos: https://goo.gl/Lq8KX1

2 – Transfira o dinheiro para a sua conta

Você precisa transferir o dinheiro para a sua conta na corretora. Para isso, basta que você pegue os dados bancários na página da corretora e fazer um DOC ou um TED.

Se a sua conta bancária possuir dinheiro, a transferência se dará de forma ainda mais fácil. Mas, o banco não foca tanto em Bolsa de Valores e tendem a ter custos mais elevados, e, de uma forma geral, não oferecem um suporte tão bom para quem quer investir na Bolsa de Valores.

Se optar por transferir através do TED, poucos minutos depois o seu dinheiro estará na corretora.

3 – Escolha as ações que mais agradam o seu perfil de investidor

Agora que você já tem a sua conta na corretora e transferiu o dinheiro para ela, chegou o momento de escolher as ações que possuem o maior potencial de retorno e se adequam ao seu perfil.

São três tipos de oportunidades:

Day-Trade – que são as oportunidades em que você compra e vende ações no mesmo dia, e a grande vantagem é que são muito rápidas e possibilitam que você invista muito mesmo com pouco dinheiro;

Curto Prazo – essas ações duram entre 1 dia e 2 semanas, e têm um ótimo nível de acerto, com risco reduzido. Elas são bem rentáveis pela agilidade e pelo poder de reagir às mudanças de cenário;

Longo Prazo – essas ações são para quem tem muito tempo e paciência. São as ações de empresas que possuem excelentes perspectivas no longo prazo.

Elaboramos esse guia prático para você aprender a investir na Bolsa de Valores. Esperamos, com essas informações, que você consiga ter uma noção de como funciona a Bolsa de Valores.

 

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.

 
© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top