Conheça alguns mitos sobre investimentos financeiros para iniciantes

foto de homem apontando para desenhos na lousa
Para fazer um investimento financeiro é preciso se envolver, estudar e praticar.

Um dos mandamentos do bom planejamento financeiro, que serve para pessoas físicas e pessoas jurídicas, é construir reservas de capital e investir. Quando se trata de investimentos financeiros para iniciantes, há uma série de mitos que acabam inibindo a iniciativa.

Vamos tratar de alguns desses mitos e mostrar que o mercado oferece uma série de oportunidades de investimentos para iniciantes e que tudo é questão de se envolver, estudar e praticar.

Três mitos sobre investimento financeiro para iniciantes

É preciso ter muito dinheiro para investir

Investir em títulos públicos ou privados, ações ou qualquer outro tipo de aplicação financeira é uma iniciativa que pode demandar valores bastante modestos, na casa dos três dígitos. É até bom que seja possível fazer investimentos com baixíssimos valores, pois isso implica em uma oportunidade de aprendizado: você investe baixos valores, o que reduz o risco, e vai aos poucos entendendo melhor como funciona cada aplicação.

Além disso, poder investir R$ 100,00 em Tesouro Direto, mais R$ 200,00 em Renda Fixa, mais uma quantia “X” em ações é uma forma de entender o comportamento de cada investimento por meio da diversificação da carteira, que é uma estratégia recomendada pelos especialistas.

Em outras palavras, é perfeitamente possível investir com pouco dinheiro: não é preciso ter muito dinheiro para investir e não é preciso ter muito dinheiro para ter uma carteira diversificada de investimento, o que favorece quem está começando e ainda não se sente seguro para aplicar altos valores.

É preciso conhecimento profundo para ganhar dinheiro

Esta é uma verdade, mas também um mito. Como em tudo na vida, quanto maior o conhecimento, maior a possibilidade de sucesso, porém não é verdade que um investidor iniciante não possa ganhar dinheiro.

Há uma série de investimentos de baixo risco, como CDB, Títulos Públicos, LCA e LCI. O importante é entender que, quanto menor o risco, menor a possibilidade de altos ganhos, mas isso é uma questão de segurança, não de abrir mão da rentabilidade nos investimentos.

É necessário consultar o gerente do banco

Só consulta o gerente do banco quem não se dispõe a dedicar um tempo para conhecer os investimentos. Em geral, o gerente vai indicar os produtos em que o banco ganha as maiores taxas — afinal, eles vivem disso.

Imagem: © Depositphotos.com / ridofranz

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96220.1823


Suporte ao Aluno:

(11) 93024.0660
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top