Controle de finanças pessoais – 7 comportamentos que te prejudicam

Você sabe o que é o controle de finanças pessoais? Esse é um conceito muito amplo, que pode ser resumido da seguinte maneira: controle de finanças pessoais é o grupo de medidas tomadas para melhorar a sua relação com o dinheiro.

É dessa maneira que você pode entender mais sobre o seu comportamento como consumidor, sobre a sua entrada e saída de dinheiro e sobre as suas oportunidades de investimento.

Parece interessante? De fato, esse é um dos conhecimentos mais necessários para administrar a vida pessoal. O problema é que poucas pessoas sabem como cuidar e manter uma vida financeira saudável, sem atitudes irresponsáveis.

Controle de finanças pessoais

Se você quer saber se não está fazendo nada errado, fique conosco. Hoje, vamos te falar um pouco mais sobre alguns comportamentos que prejudicam o controle de finanças pessoais e podem colocar tudo a perder.

A seguir, vamos identificar alguns deles!

Desconhecer seus gastos

Você deve estar se perguntando: mas é possível que alguém desconheça os seus gastos? Não temos aplicativos e plataformas para consultar todos os gastos de maneira imediata? De fato, isso é verdade. Entretanto, muitas pessoas não sabem fazer um controle em tempo real.

Entender sobre os seus gastos é mais do que olhar para os números em uma telinha. Você precisa saber exatamente quanto dinheiro sai e quanto entra para sua conta no começo do mês. Dessa maneira, fica bem mais fácil resolver suas finanças.

Por isso, não se esqueça. Acabe com esse comportamento de gastar quando receber, sem deixar o dinheiro separado para cada gasto que você realiza mensalmente. É claro que não dá para planejar tudo, mas se você investir seus esforços em alguma parte, já sairá no lucro.

Ignorar dívidas mais altas

Algumas dívidas estão muito altas e é comum que as pessoas tentem jogá-las para frente. Sabemos que ninguém quer gastar a maioria do dinheiro do mês com dívidas, mas essa é uma ação necessária na maioria das vezes.

Ter um bom controle de finanças pessoais não é somente controlar os seus gastos e ganhos do mês. Você precisa ter certeza de que nada está no vermelho e de que você pode seguir com o nome limpo pelo resto do ano.

Por isso, se você está com uma dívida alta, é importante lidar com ela de uma vez. Se você não conseguir pagar em um mês, não se preocupe. Você deve apenas deixar uma quantia reservada para esse fim até quitar a dívida. Só tome cuidado com os juros! Eles podem se acumular e ficar altos demais.

Investir em parcelamentos

Parcelamentos são bons para quem quer comprar e ainda não acumulou a quantia. Entretanto, um controle de finanças pessoais de qualidade raramente inclui parcelamentos de grandes valores. Isso ocorre, pois você se endividará por meses até conseguir realizar o pagamento. O controle deve ser mais pontual.

Economizar sem definir valores

Sabemos que economizar é benéfico para seu controle de finanças pessoais. Porém, é essencial que você pratique a economia com planejamento antes de começar. Você já deve conhecer muitos casos de pessoas que economizam e não planejam.

Um dos acontecimentos mais frequentes é o seguinte: a pessoa deixa para guardar o dinheiro que sobrou no final do mês, sem saber quanto gastou ou quanto precisava poupar. Normalmente, esse é um cenário que não dá certo.

A maioria das pessoas nem consegue fazer o dinheiro sobrar. Chegamos aos últimos dias do mês e vemos um dinheiro extra na conta e sempre tem algo para comprar. Aquele móvel que estava faltando, aquela roupa que você queria ou qualquer outra coisa. É por isso que não dá certo guardar sem pensar antes.

O melhor é economizar no dia que você receber. Já coloque a quantia em uma poupança ou em um investimento inteligente. Assim, fica mais difícil mexer no dinheiro e você acaba tendo mais controle.

Ser ansioso com a economia

Esperar o seu investimento render é complicado. O mesmo ocorre com as poupanças: você não quer esperar tanto tempo para ter uma determinada quantia. Por isso, você vai se tornando ansioso.

Duas coisas podem ocorrer: você pode desistir de poupar dinheiro e gastar de qualquer maneira ou pode guardar mais e sair no prejuízo ao longo do mês. Essas duas opções são terríveis para o seu controle de finanças pessoais.

Por isso, você deve saber que fazer economia, controlar os seus gastos e investir são ações que levam tempo. Você só verá resultados quando um bom período se passar e quando parar de se preocupar excessivamente com isso.

Ser tomado por impulsos de consumo

Os impulsos de consumo também são igualmente difíceis de controlar. E essa não é uma situação muito rara. Muitas pessoas possuem um impulso e nem sabem que não estão no controle das suas finanças.

Você pode começar a perceber o seu comportamento no dia-a-dia para saber se você se rende ao impulso. Se não aguenta ficar sem comprar aquele lanche que nem precisava ou passar na sua loja favorita, mesmo sem procurar nada, cuidado. Esses são indicativos de que você é impulsivo com as compras.

Sabemos que se controlar não é fácil, mas você deve tentar começar o quanto antes. Você verá que economizar e dosar os seus gastos é uma medida que se tornará hábito aos poucos. Quando você se der conta, já estará livre desses gastos impulsivos.

Ser relaxado atrapalha o controle de finanças pessoais

Esse tipo de atitude pode prejudicar o seu controle de diversas maneiras. Você pode tomar uma postura relaxada em relação as economias, ao monitoramento dos gastos ou até as informações sobre a sua situação financeira.

Independentemente do caso, você não deve relaxar na hora de saber sobre finanças. Esse é um dos assuntos mais sérios da sua vida, que demanda cuidado e que precisa ser analisado de maneira constante.

Se você já está fazendo isso, está indo pelo caminho correto. Se ainda não começou, essa é a sua hora! Pare o que está fazendo e comece a cuidar da sua saúde financeira.

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 9 61107847

(21) 9 69389672

(11) 3230-2238


Suporte ao Aluno:

(11) 9 3024-0660

[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top