Controle financeiro pessoal – 4 erros que todos cometem

Para quem deseja ter uma situação financeira tranquila, ter um controle financeiro pessoal é o principal caminho para atingir qualquer objetivo. Principalmente se essas pessoas possuírem dívidas atrasadas, ele se faz de extrema urgência.

Para que você consiga ter uma vida financeira saudável, você precisa ter alguns hábitos que farão com que você consiga ter um controle financeiro pessoal. Só que, para conseguir ter o controle das suas finanças, é preciso abrir mão de alguns hábitos que acabam atrapalhando o uso do dinheiro, impedindo que você prospere nesse objetivo.

E o controle financeiro pessoal não quer dizer apenas pagar as contas em dia e comprar o que você deseja. Trata-se de um planejamento, de uma organização, além de mirar o objetivo futuro. E, ne meio de tantas tentações que são encontradas pelo caminho, é bem capaz que você esteja cometendo alguns erros sem perceber.

O problema de cometer esses erros é que os seus resultados ficarão comprometidos, fazendo com que a sua vida financeira se torne uma bagunça. Para evitar que isso ocorra, nós listamos para você 4 erros que muitas pessoas cometem. Dessa forma, você irá evitá-los e, assim conseguirá ter o controle financeiro pessoal.

Controle financeiro pessoal – 4 erros que todos cometem

Não ter controle do valor que entra e do valor que sai

Muitas pessoas não têm controle sobre os seus ganhos, e acabam gastando mais do que recebem, o que impacta diretamente no seu controle financeiro. Se você, todo mês, chega ao final dele sem nenhum centavo e tem que pedir emprestado para arcar com seus compromissos, isso significa que você está gastando mais do que ganha, e isso é um péssimo sinal.

Embora pareça ser algo que seja solucionado facilmente, esse hábito pode trazer dificuldades mais graves, como o endividamento. Uma vez que você não tem dinheiro para pagar todas as contas, você acaba ficando endividado. E uma vez que as dívidas vão se acumulando, fica cada vez mais difícil dar conta de todas as necessidades do seu orçamento.

A solução é ter conhecimento do valor que é ganho e, principalmente, do que está sendo gasto, de modo que você consiga equilibrar as suas finanças.

Não planejar o futuro

Muitas pessoas não medem os riscos e acabam tendo que encarar as suas finanças apenas por um momento, ao invés de manter um controle. Com isso, o tempo passa e acaba acontecendo um imprevisto, e você se encontra sem recursos financeiros para enfrentar determinadas situações.

Quase todas as pessoas cometem esse tipo de erro, que é não ter uma reserva financeira para emergências. Uma forma que você tem que adotar para evitar que isso aconteça é começar a poupar parte do que você ganha.

Você conseguirá obter resultados melhores quando passar a realizar investimentos de forma diversificada, fazendo com que o seu dinheiro renda e trabalhe pra você.

Esse é um erro que você não pode cometer. E se faz, trate logo de corrigi-lo, para não impactar no seu controle financeiro pessoal.

Pôr em prática o controle financeiro pessoal apenas quando está passando por um momento difícil

Outro erro bastante cometido pelas pessoas é que elas querem cuidar das suas finanças apenas quando se encontram em situações difíceis, com as contas atrasadas e o nome sujo no mercado. Em diversos casos, as pessoas até conseguem quitar as suas dívidas, mas acabam voltando a ter problemas financeiros com o tempo.

Outro erro que é muito cometido também é aumentar os gastos na medida em que os seus ganhos se elevam. É preciso evitar esses tipos de equívocos, e ter em mente que o controle financeiro pessoal é algo que precisa ser feito para a vida toda.

Procure utilizar essa ferramenta com um método de organizar as suas finanças, não como um castigo por estar numa situação difícil. Dessa forma, você conseguirá ter mais qualidade de vida.

Não preferir a compra à vista

Comprometer o seu salário de forma precoce está ligado diretamente a um hábito que está fincado na cultura brasileira: a preferência pela compra a prazo.

Quando se utiliza recursos como o cheque, o cartão de crédito o parcelamento de uma forma geral, você não consegue ter uma avaliação correta do impacto que uma compra estará causando no seu orçamento. Dessa forma, o seu orçamento ficará comprometido por um período maior de tempo.

Para ter um controle financeiro pessoal mais organizado e que funcione realmente, o melhor a ser feito é priorizar as compras à vista, mais ainda se o que você for comprar não for um item que seja de extrema importância.

Somente em algumas situações a compra parcelada pode ser levada em consideração, principalmente quando ela vem acompanhada da falta de juros. Mas ainda assim, é indicado que a compra seja feita no menor número de parcelas possível.

Não cometendo esses erros, você conseguirá ter um bom controle financeiro pessoal.

 

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.

 

Fale Conosco

(11) 3181-0610

(11) 9 5754-3265

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top