Entenda as diferenças de consórcio e financiamento de um imóvel e qual deles é o mais vantajoso

foto de duas mãos segurando casa de papel
O financiamento é uma opção mais viável a curto prazo,porém possui altas taxas de juros. Já o consórcio é um meio para comprar serviços ou bens parceladamente, com a diferença de ser a longo prazo e sem juros.

Um dos principais sonhos da maioria dos brasileiros é adquirir uma casa própria. Para realizá-lo, em geral, existem duas opções: enfrentar o financiamento das imobiliárias ou apostar em um consórcio. Para os que estão com pressa de se mudar, o financiamento é sempre a opção mais viável. Por outro lado, indivíduos que têm disponibilidade para esperar dois, cinco ou até 10 anos pelo imóvel, podem adquiri-lo por meio de consórcios, comprando-o à vista.

Qual a diferença entre consórcio e financiamento?

Financiamento

Como já foi destacado, o financiamento é o mais indicado para os indivíduos que precisam comprar uma casa e se mudar com pressa. Isso porque o processo todo é muito rápido: você apresenta a documentação ao banco (que financiará o imóvel parcialmente ou de modo integral) e solicita a carta de crédito. Se ele aprovar, você já pode se mudar.

Tendo a carta de crédito em mãos, o indivíduo pode buscar o imóvel (casa ou apartamento) que melhor se adapta ao seu perfil econômico. Cada banco irá oferecer diferentes condições — como limite no valor no imóvel, limite de prestações e diferentes taxas de juros. Sendo assim, a principal dica é: pesquise muito antes de fechar o financiamento.

Basicamente, a vantagem da compra por meio do financiamento é poder se mudar rapidamente. A desvantagem é pagar por altas taxas de juros por um longo período. Isso faz com que, ao quitar o financiamento, o indivíduo tenha pago por praticamente dois imóveis.

Consórcio

O consórcio consiste em um meio para comprar serviços ou bens parceladamente, com a diferença de ser sem juros. O dinheiro do consórcio sai de duas formas: quando um grande lance é ofertado ou em sorteios. Geralmente, o indivíduo que opta pelo consórcio é aquele poupador, ou seja: que planeja cada uma de suas aquisições com cautela e observação.

Quando o consórcio é contemplado, o indivíduo pode comprar o seu imóvel à vista — o que faz com que as taxas de juros sejam completamente zeradas. Vale ainda lembrar que as únicas taxas pagas durante um consórcio são as administrativas, visto que esse meio é completamente livre de juros. Neste sentido, vale também uma boa pesquisa entre administradoras de consórcios para avaliação dos percentuais de taxas administrativas cobradas por cada uma.

Se a pessoa desistir no meio do caminho, não tem problema: mas ela terá que esperar um tempo até ter novamente o dinheiro poupado. Além disso, a restituição não é integral e o valor da multa depende do que é previsto em cada contrato.

Os consórcios possuem duração de até 10 anos. As parcelas, por sua vez, são reajustadas de períodos em períodos, o que vai depender dos critérios de cada administradora.

A principal vantagem do consórcio é pagar muito mais em conta para ter a casa própria — visto que os juros, grandes encarecedores dos imóveis, são totalmente zerados nessa modalidade. Mas, por outro lado, o indivíduo deve estar pronto e ter paciência para esperar a contemplação.

Imagem: © Depositphotos.com / Syda_Productions

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 9 61107847

(21) 9 69389672

(11) 3230-2238

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top