Mercado financeiro – Tipos de mercado

Hoje em dia, diante de uma imensidão do mercado financeiro e com a revolução que a internet causou, qualquer pessoa pode se tornar um pequeno investidor, e fazer com que o seu dinheiro trabalhe por conta própria, mas é preciso ter certo cuidado com esse tipo de serviço.

É por isso que temos o objetivo de mostrar para vocês os tipos mercados financeiros que são encontrados, onde qualquer pessoa pode investir. Com isso, ao informar sobre os conceitos que cada mercado financeiro possui, daremos as diretrizes para que as pessoas não se confundam mais com eles, e consigam diferenciar os seus conceitos, afinal de contas, conhecimento nunca é ruim.

Com isso, queremos diferenciar os modelos de mercados financeiros existentes dentro do sistema financeiro, esmiuçando as suas características, ações e influência em todo o contexto do sistema.

Mas antes, precisamos entender o que seria mercado financeiro. Por mais que você possa ter uma ideia do que se trata, uma definição mais clara e objetiva te dá a orientação correta para o tipo de investimento que pretende realizar.

Mercado financeiro – Tipos de mercado

O que é mercado financeiro?

Antes de darmos a sua definição, precisamos contar uma situação. Você sabia que o dinheiro que você possui na sua conta corrente é utilizado pelo banco como um recurso para conceder empréstimos de crédito para pessoas físicas e empresas que precisam de empréstimo? Mas isso não significa que o seu dinheiro simplesmente desaparece da sua conta, pois, a partir do momento que você desejar realizar o saque, você conseguirá fazê-lo no momento em que precisar.

O dinheiro entra numa cadeia de troca de recursos que as instituições financeiras promovem entre si, junto com os clientes.

Um exemplo para melhor entendimento: Vinícius tem dinheiro sobrando e, por causa disso, aplica o seu dinheiro, para que ele possa render ao longo do tempo. Em contrapartida, a empresa VOG precisa de recursos para poder comprar umas máquinas e equipamentos e, com isso, irá atrás de um empréstimo.

Numa forma simplificada, é o Vinícius que empresta o recurso que a empresa VOG precisa. É claro que isso não acontece diretamente, pois precisa que haja um intermediário entre eles.

Nessa situação, o Vinícius é um poupador ou investidor, enquanto o VOG é quem toma os recursos. Já o banco funciona como um intermediário, fazendo com que as negociações aconteçam. E essas trocas acontecem a todo o momento num ambiente conhecido como mercado financeiro.

Numa definição mais direta, o mercado financeiro é um ambiente que reúne aqueles que recebem os recursos, aqueles que investem, as instituições financeiras, além dos próprios produtos e instrumentos, que são utilizados entre esses agentes, os que investem e os que recebem.

Para que essas negociações aconteçam de forma mais ampla, o mercado financeiro se divide em quatro grandes mercados, sendo eles:

Mercado de Câmbios

É o mercado onde as trocas de moedas estrangeiras pela moeda nacional são realizadas. Nesse processo, participam desse mercado os agentes econômicos, como as grandes empresas que realizam transações com o exterior, ou seja, que recebem ou que fazem pagamentos utilizando a moeda estrangeira.

O Banco Central é o órgão responsável pelo administração, fiscalização e controle das operações de câmbio.

Mercado de Capitais

As empresas precisam de recursos para que possam desenvolver os projetos que visam o crescimento do seu negócio. E a forma de obtenção desses recursos pode ser através dos mercados de capitais.

Esses recursos podem ser direcionados para investimentos como a aquisição de outras empresas ou mesmo para alongar o prazo de suas dívidas. E o responsável por fazer esses “empréstimos” dos recursos a essas empresas são os investidores, que veem essa quantia se valorizar ao longo do tempo.

E esse mercado de capitais possui duas subdivisões: primário e secundário.

É no Mercado Primário, que as transações dos valores imobiliários acontecem pela primeira vez, onde as empresas captam o capital para os seus empreendimentos, pois o dinheiro vem diretamente da empresa.

Já no Mercado Secundário, são as negociações com títulos da empresa que acontecem, é onde se vende e se compra títulos de seus possuidores, onde normalmente são negociados em bolsas de valores ou fora da bolsa, da qual são chamados de mercado de balcão. Importante ressaltar que a empresa não terá mais contato com o dinheiro que foi negociado entre os possuidores dos títulos.

A Comissão de Valores Imobiliários (CVM) é o principal órgão responsável pelo controle, normatização e fiscalização deste mercado.

Mercado de Crédito

O Mercado de crédito faz parte do sistema financeiro. Ele disponibiliza a concessão e a tomada de crédito para os indivíduos, incluindo as operações financeiras de curto e médio prazo.

Possuindo dos seres de composição, os superavitários (poupadores) e os deficitários (tomadores). Os poupadores dão as suas reservas às instituições financeiras como uma forma de aplicação, da qual a sua quantidade depositada, irá render, com o passar do tempo, de acordo com a sua aplicação.

Já os tomadores, são os que solicitam às instituições financeiras os valores para zerar os seus déficits financeiros. Para as instituições financeiras concederem esses valores, são acrescidas algumas taxas, chamadas de juros, que é cobrada de acordo com o risco dessa operação. Dessa forma, os deficitários acabam pagando um valor normalmente maior do que aquilo que lhe foi concedido.

Mercado Monetário

Nesse mercado, as operações de transferências de recursos acontecem num prazo muito curto, geralmente em um dia, como as que são realizadas entre as próprias instituições financeiras, no chamado mercado interbancário, ou mesmo entre as instituições e o Banco Central.

O principal objetivo do mercado monetário é o controle da liquidez da economia, ou seja, se o volume de dinheiro estiver maior do que o que deseja a política monetária, que é estabelecida pelo Banco Central, a autoridade monetária intervém no mercado vendendo títulos e retirando moedas do mercado.

Dessa forma, consegue se reduzir a liquidez da economia. E o movimento contrário também é possível: uma vez que a quantidade de recursos esteja abaixo do necessário, o Banco Central compra títulos e injeta moeda no mercado, fazendo com que a liquidez desejada seja restabelecida.

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.

 

Fale Conosco

(11) 3181-0610

(11) 9 5754-3265

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top