O que são fundos de investimento e como começar a investir

fundos-de-investimentos

Se você já concretizou o seu colchão financeiro (reserva de emergência) e deseja dar um novo passo rumo a sua liberdade financeira, investir em fundos de investimento talvez seja uma excelente opção.

Segundo relatório divulgado pela Anbima – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, até abril deste ano, os fundos de investimento tiveram uma captação de R$ 31,8 bilhões líquidos. 

Este número parece atraente, não é mesmo? Mas antes de aplicar seu dinheiro em um fundo de investimento, é preciso se atentar a alguns pontos importantes. Por isso, leia até o final e entenda como começar a investir.

O que são os fundos de investimento?

Os fundos de investimentos são aplicações  financeiras realizadas de forma coletiva. Nesta modalidade, os investidores reúnem seus recursos em um montante que permite o acesso a uma variada cesta de ativos e em diferentes mercados.

Fundos de investimento são uma alternativa mais rentável em comparação aos produtos tradicionais como a poupança, por exemplo.  Além disso, oferecem menos riscos para quem está querendo começar a investir no mercado financeiro.

Como funcionam os fundos de investimento

Fundos de investimento funcionam como um condomínio, onde várias pessoas reúnem seu capital em um montante a fim terem o poder de compra de um outro produto financeiro.

Está complicado de entender? Veja um exemplo: ter uma casa com piscina, jardim, academia e outros recursos é oneroso para uma pessoa só. Mas quando você adquire um apartamento em um condomínio, você pode ter acesso a todos estes recursos por um valor bem menor. No fundo de investimento é semelhante, quando você adquire uma cota, você passa fazer parte de um grupo de cotistas que investem juntos num mesmo fundo. 

Por contar com os recursos de muitas pessoas, os fundos permitem o acesso a ativos que individualmente uma pessoa poderia não ter. Neste sistema, o investidor ou cotista tem seu rendimento proporcional ao que investiu.

Quem administra os fundos de investimento

Quem já tem um conhecimento do mercado financeiro, sabe que para ter êxito em seus investimentos, são necessários tempo e conhecimento. Se você tem tempo limitado, dificilmente conseguirá acompanhar o desempenho de um investidor profissional.

Se no condomínio temos um síndico, para os fundos de investimento, contamos com a figura do gestor, que é a pessoa ou empresa responsável por administrar os recursos do fundo.

São profissionais especializados em estudar o mercado, montar as melhores estratégias e por isso, investidores iniciantes vêem no fundo uma alternativa segura para ampliar sua carteira de investimento. Por isso são cobradas as taxas de administração.

O gestor reúne as informações de mercado, define objetivos e organiza uma estratégia que é documentada em uma lâmina.

Saiba o que é lâmina 

A lâmina (ou prospecto) é um guia que contém todas informações do fundo, por meio dela, o investidor tem uma noção prática de como seu dinheiro será investido e expectativa de retorno.

Neste documento, o investidor encontrará dados importantes, como o objetivo do produto, estratégia a ser aplicada, rentabilidade, aplicação mínima  e as taxas de administração e de performance (cobrada em caso o fundo supere o referencial).

Por meio da lâmina, você  define se o fundo de investimento está alinhado com seus objetivos pessoais.

Agora que você já sabe o que é e como funciona os fundos de investimentos, vamos entender passo a passo como começar a investir?

Como começar a investir em fundos de investimento

  1. Faça um planejamento financeiro
  2. Defina seu perfil de investidor
  3. Conheça os tipos de fundos
  4. Verifique a lâmina e compare produtos e faça sua escolha 

Faça um planejamento financeiro

Antes de colocar o seu dinheiro em um fundo de investimento, você precisa verificar o quanto pode ser disponibilizado da sua renda. É importante enxergar este investimento como uma despesa fixa do seu orçamento. 

Além, disso, se planejando melhor, você também terá mais clareza para definir os tipos de investimentos que estarão em sua carteira.

Defina o seu perfil de investidor

Cada pessoa tem um estilo de vida, e para cada estilo de vida existe um tipo de fundo específico. Antes de tudo, você deve fazer um auto-reflexão e definir bem os seus objetivos para entender qual é o seu perfil de investidor.

Por isso, antes de tudo se pergunte: o que eu desejo alcançar com este investimento? Qual risco estou disposto a correr para atingir este objetivo? Posso abrir mão da minha segurança visando lucros maiores?

Após esta autoanálise, você entenderá em qual perfil de investidor se encaixa. Confira os principais:

  • Conservador: tem mais tolerância ao risco, para este perfil, o ideal é evitar produtos mais arriscados e focar com fundos mais conservadores como os de renda fixa.
  • Moderado: está disposto a correr alguns riscos em busca de resultados melhores, o ideal é montar uma carteira com produtos com índice de riscos diferenciados.
  • Arrojado: este perfil visa alta lucratividade e não se importa de correr grandes riscos, afinal, a oportunidade de rentabilidade sobrepõe o risco. Sua carteira é composta por produtos de renda variável como o fundo de ações e multimercados.

Conheça os tipos de fundos de investimento

Renda Fixa

Os fundos de investimento de renda fixa são conhecidos por ter uma boa liquidez e rentabilidade atrativa, o que geralmente é baseada em suas taxas de juros.

Entretanto, o investidor precisa ter cuidado porque alguns fundos de renda fixa também podem ser arriscados. Segundo a Anbima, esta modalidade é muito procurada por quem está começando a investir em fundos de investimento e indicada para um perfil mais conservador.

Fundos multimercados

Esta modalidade pode aplicar parte em renda fixa, parte em renda variável e parte em moedas.Uma grande vantagem desta modalidade é possuir flexibilidade permitindo ao investidor ter acesso a ativos que não poderia investir, caso optasse por um fundo de classe mais específica.

Nos fundos multimercados, quanto maior o prazo, maior volatilidade e também a expectativa de retorno.

Fundos de previdência

Visto como alternativa para complementar a aposentadoria os fundos de previdência, são fundos de investimento de longo prazo. Se deseja investir neste produto, é importante começar o quanto antes e verificar bem as taxas de administração. 

Fundos de Ações

Esta modalidade corresponde aos fundos de maior risco e volatilidade. Entretanto, a expectativa de retornos médios variam entre 15% e 20% ao ano. Vale ressaltar que no fundo de ações, o prazo para avaliar o desempenho é de no mínimo 3 anos.

Verifique a lâmina e compare as opções de fundos 

Após conhecer os principais tipos de fundos de investimento chegou a hora de verificar as opções de produtos disponíveis da categoria. 

Por meio da lâmina, você tem todas as informações sobre o fundo de investimento para tomar a sua decisão. É ela que vai dizer se o fundo de investimento está alinhado com os seus objetivos enquanto investidor.

Verifique a rentabilidade de um fundo em comparação a outro da mesma categoria. Observe se o valor inicial e a liquidez (prazo inicial e tempo de resgate) estão de acordo com o seu planejamento financeiro.  

Não deixe de comparar as taxas, existem fundos de investimento que além da taxa de administração, cobram também a taxa de performance (20% sobre o valor que superar o referencial).

Compare a rentabilidade. Quanto que o fundo rendeu nos últimos 24 meses? Só assim você pode ter uma expectativa de quanto o fundo render após a aquisição da cota.

Após seguir estes passos, você estará pronto para começar a investir e abandonar de vez a caderneta de poupança.

Se você deseja saber mais como melhorar a sua vida financeira e deseja descobrir como fazer o seu dinheiro trabalhar pra você, veja mais informações sobre a Formação em Life Coaching Financeiro, clicando aqui.

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96220.1823


Suporte ao Aluno:

(11) 93024.0660
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top