Planejamento orçamentário – Como fazer um bom?

Todos precisamos de um planejamento orçamentário de qualidade, tanto para a vida pessoal, quanto para a vida profissional. Se você precisa gerir uma empresa, por exemplo, esse hábito precisa ser ainda mais estimulado.

Se você ainda não sabe como fazer o seu, não se preocupe. Ele pode ser feito durante toda a vida e nunca é tarde para começar a gerir suas finanças com segurança. Não tenha receio de começar, pois um planejamento orçamentário não é complicado.

Selecionamos algumas dicas para que você saiba melhor como fazer esse planejamento, tão importante para o andamento dos seus projetos. Saiba melhor do que estamos falando a seguir!

Planejamento orçamentário

Por que planejar a sua vida e o seu negócio?

Muitas pessoas se veem diante dessa pergunta quando pensam em fazer um planejamento orçamentário. Por que eu preciso disso? Como toda essa organização de dados vai me ajudar nos meus negócios pessoais e profissionais?

A resposta se encontra aí mesmo, na pergunta. Você precisa fazer esse documento para organizar as suas finanças. Assim, você consegue ter um conhecimento mais claro sobre a sua situação financeira.

A partir disso, você poderá saber o que fazer. Quais caminhos tomar, quanto investir, como guardar seu dinheiro: tudo isso pode ser conseguido por meio de um bom planejamento.

Devemos nos lembrar de que essa ação fica justamente no futuro, nas suas metas e objetivos. Você não conseguirá prosseguir com o andamento dos seus processos financeiros, sem enxergar o quadro como um todo. Muitas vezes, você está prestando atenção em um caso em especial e esquece de analisar como isso realmente afeta a sua saúde financeira.

Como fazer um bom planejamento?

Agora que você já entendeu mais sobre a necessidade de um planejamento orçamentário, podemos seguir adiante. É importante saber o conceito, mas você precisa entender como realizar as medidas na prática.

É por isso que selecionamos cuidadosamente nossas melhores dicas, baseadas em experiências pessoais e profissionais. Depois dessa você vai querer fazer o melhor planejamento orçamentário da sua vida!

Saiba medir índices

Você não pode simplesmente assumir que perdeu dinheiro ou que os seus investimentos são ruins. Você pode até ter tomado decisões fracas, mas é necessário entender o que falta é o que podemos fazer desse ponto.

É isso que os índices financeiros fazem. Existem muitos deles, que são indicados para os mais variados casos. Afinal, se você quer medir o orçamento da sua família, precisa usar uma técnica diferente da medição de índices empresariais mais complexos.

Nossa dica é: estude e pesquise sobre alguns índices financeiros que podem te ajudar a entender mais sobre o futuro das suas finanças. Se você estiver lidando com uma empresa, as equipes de contabilidade e até de marketing podem te ajudar!

Tenha metas alcançáveis

Milagres não existem, nem com um bom planejamento orçamentário. Se você quer alcançar os seus objetivos, precisa pensar com carinho em todas as alternativas e opções para o futuro das suas finanças.

Não é possível, por exemplo, planejar a compra de um bem de muito valor se você não tem nada na poupança. Não faz sentido ter metas que precisem de um ganho muito rápido de capital. É bem mais provável que isso não ocorra.

Seja como for, você deve considerar que as metas vão definir o seu planejamento. Por isso, pode investir bastante tempo e pensamento nelas. Altere algumas vezes e estude melhor a sua situação, antes de realmente fechar um plano de metas.

Considere os erros

Nada é perfeito, nem mesmo o melhor plano financeiro do mundo. Você pode contratar profissionais, que com certeza vão te ajudar muito, e rever o seu planejamento mil vezes: mesmo assim, a realidade não é completamente semelhante aos números no papel.

Muitas pessoas começam a fazer um planejamento, mas desistem, pois, a primeira tentativa deu errado. As coisas não saíram como o planejado.

Você deve entender que, para criar um planejamento de qualidade, você pode sim errar. Mesmo assim, é preciso continuar planejando e organizando as suas finanças. Na segunda ou terceira tentativa, as coisas começarão a dar mais certo.

Faça uma boa revisão

Depois de criar o seu plano, você deve esperar antes de colocá-lo em circulação. Não é recomendado planejar e construir o documento, e logo depois começar a trabalhar em cima dele para alcançar as suas metas.

O ideal é fazer uma revisão de tudo que você pensou e anotou, e do seu ano no geral. Você pode começar pensando um pouco mais sobre as bases: elas possuem fundamento? Estão de acordo com a sua ocupação ou com os valores profissionais da sua empresa?

Depois disso, você pode repensar algumas estratégias. Isso serve para aprimorar o que você pensou. Quanto mais pensadas forem as ações, maiores as chances de o plano dar certo.

E aí, você ainda tem alguma dúvida? Está preparado para elaborar o seu plano perfeito? Deixe um comentário abaixo e nos conte mais detalhes sobre a sua situação e a sua experiência!

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 9 61107847

(21) 9 69389672

(11) 3230-2238


Suporte ao Aluno:

(11) 9 3024-0660

[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top