Saiba como fazer cálculo de financiamento

caneta, calculadora e papel com gráficos
O cálculo de financiamento de casas e carros é feito com base na Tabela Price.

Seja na compra de um imóvel, de um carro, quitar as parcelas da faculdade ou apenas para controlar a própria renda, o cálculo de financiamento é essencial para que você tenha noção de quanto está sendo gasto e avalie se realmente vale a pena investir este valor. Os financiamentos sempre acompanham taxas de juros estabelecidas pela instituição financeira escolhida, e são contabilizados nas prestações.

Muita gente ainda tem dúvidas de como é feito o cálculo de financiamento e se questionam se o valor cobrado é abusivo ou está acima do estipulado. Por isso, é bom conhecer como é feito o cálculo de financiamento.

Como fazer o cálculo de financiamento

No Brasil, a Tabela Price é o modelo usado para ter uma base de como é feito o financiamento — seja para a casa própria, a compra de um carro novo ou qualquer outra ocasião que se faça parceria com alguma instituição financeira. Esse modelo funciona da seguinte forma:

Há o Valor da Prestação (VP), que é igual ao Valor do Empréstimo (VE) multiplicado por 1 mais os Juros (J). Este número é elevado ao número de parcelas (p), que é multiplicado novamente pelos Juros (J). O resultado é dividido pela soma dos juros com 1, elevado ao número de parcelas (p) menos um. Esta é uma equação complicada, mas que pode ser acessada e simplificada por meio de calculadoras gratuitas disponíveis na internet.

Vantagens e desvantagens do cálculo de financiamento

Usar um financiamento é interessante por vários motivos. Quando a onda de inflação é mais baixa, é mais fácil usar o financiamento, pois há uma abertura maior de crédito e vale a pena comparar alternativas propostas pelas instituições financeiras. A possibilidade de negociar prestações em conta com o seu orçamento também é evidente, oferecendo maior flexibilidade ao comprador tanto na hora de pagar a entrada como também nas parcelas.

Por outro lado, o financiamento também pode trazer desvantagens, especialmente no que diz respeito às taxas de juros cobradas pelas instituições financeiras. Muitos economistas alertam a necessidade de avaliar se o orçamento é compatível com o pagamento das prestações, que podem aumentar de acordo com o número de parcelas firmadas.

Imagem: © Depositphotos.com / ginasanders

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 9 61107847

(21) 9 69389672

(11) 3230-2238

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top