Saiba como sair das dificuldades financeiras e superar uma crise no casamento

crise financeiro no casamento
Uma crise financeira é capaz de afetar o psicológico do casal, podendo indicar problemas na relação.

As dificuldades financeiras não afetam apenas as contas: elas também influenciam diretamente as relações interpessoais, principalmente entre casais. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as crises conjugais motivadas por dificuldades financeiras são a segunda maior causa de divórcio no País, ficando atrás apenas das traições conjugais.

O principal motivador desses desentendimentos é a incapacidade de o casal organizar sua vida financeira por meio do controle das entradas e saídas, como é feito pelas empresas. Os problemas podem se agravar ainda quando a família tem filhos, mas é perfeitamente possível dar a volta por cima e sair dessa situação fortalecido.

Como as crises financeiras começam?

Situações como uma demissão, uma dívida inesperada ou o calote de um cliente podem afetar de maneira significativa a relação de um casal, colocando o amor à prova. Uma crise financeira afeta o psicológico do casal, e pode indicar problemas cruciais na relação — como falta de comunicação e de perspectiva. É comum que uma das partes acabe cobrando soluções do outro, alimentando o problema com pessimismo.

Por isso, o primeiro passo para sair das dificuldades financeiras consiste em identificar as causas do problema, que geralmente são motivadas pela perda do emprego ou pela traição financeira. Em geral, a traição financeira costuma ser o motivo mais grave, uma vez que é caracterizada pela quebra de confiança em que uma parte do casal utiliza a reserva de dinheiro sem avisar ao outro.

Seja qual for o motivo das dificuldades financeiras, boa parte dos casais acaba levando o problema para a afetividade e a sexualidade. Nesse sentido, quanto mais tempo dura a crise, menos frequentes são as trocas de gentilezas, os apelidos carinhosos e até o sexo. Em casos mais críticos, há ofensas, xingamentos e agressividades.

Como lidar com a crise e superar as dificuldades da relação

Quando o dinheiro é mais importante que a relação em si, é hora de rever a situação. Isso porque casais que são bem resolvidos afetivamente tendem a encarar situações como crises financeiras como motivadores para aumentar ainda mais a parceria, o afeto e a compreensão.

Isso não significa que casais que sucumbem aos problemas financeiros não se amem, mas é preciso fazer uma avaliação mais severa a respeito da forma como ambos estão lidando com a situação. É muito mais fácil apontar o dedo para o outro e atribuir a ele a culpa sobre as questões, mas cada um tem seu papel fundamental na relação.

Para superar uma crise que foi criada por uma traição financeira, por exemplo, é preciso ter um foco semelhante ao das traições afetivas e sexuais: é necessário reconstruir a confiança mútua por meio de conversas e sinceros perdões. Caso não seja fácil lidar com isso diretamente, o casal pode procurar uma terapia para auxiliar na superação do problema.

Quando a situação foi criada pela perda de emprego, a compreensão e a parceria precisam estar em primeiro lugar na relação. É preciso que ambos se unam mais que nunca para encontrar soluções imediatas e que causem o menor número de danos nas finanças possível.

Nesse caos, o casal pode corrigir hábitos de consumo e buscar soluções juntos até que haja uma recolocação no mercado e as coisas se estabilizem novamente. O importante é que ambos saibam lidar com a situação de maneira unida e não permitam que as dívidas aumentem e se acumulem.

© Depositphotos.com / Deklofenak

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96220.1823


Suporte ao Aluno:

(11) 93024.0660
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top