Saiba o que são ativo e passivo não-circulantes

pessoas trabalhando em mesa com gráficos e computadores
O demonstrativo financeiro do balanço patrimonial pode ser divido em duas partes: ativo e passivo, sendo que o valor total do ativo tem que ser igual à soma do passivo e do patrimônio líquido.

O Balanço Patrimonial é um relatório contábil obrigatório (exceto para o microempreendedor individual) que mostra a situação financeira e patrimonial de uma empresa em determinado período. Este demonstrativo financeiro é dividido em duas partes: ativo e passivo, sendo que o valor total do ativo tem que ser igual à soma do passivo e do patrimônio líquido.

O que é ativo?

O ativo corresponde aos bens e direitos que compõem o patrimônio da empresa, enquanto o passivo abrange obrigações e dívidas que a organização assumiu com pessoas físicas e jurídicas, ou seja: as despesas realizadas e contas que precisarão ser pagas no futuro. O ativo divide-se em ativo circulante e ativo não-circulante.

Ativo circulante

O ativo circulante abrange bens e direitos com maior liquidez, que a curto prazo podem ser convertidos em dinheiro para a empresa. É o caso de mercadorias, matérias-primas, estoques, depósitos na conta corrente da empresa, contas a receber no exercício em vigência e dinheiro em caixa.

Ativo Não-Circulante

O ativo não circulante inclui bens e direitos que só poderão ser convertidos em dinheiro a médio ou longo prazo, dividindo-se em quatro grupos:

  • Realizável a longo prazo: é o grupo de bens e direitos realizáveis, com prazo superior a 360 dias contados a partir do último dia do exercício social na data da publicação do Balanço Patrimonial. Exemplos: contratos de mútuo valor e recuperação de impostos;
  • Investimentos: aplicação de capital para aumentar a capacidade produtiva da empresa, como novas instalações, máquinas, equipamentos e logística. Também se referem à compra de ativos financeiros como letras de câmbio, ações e outros títulos classificados como investimento financeiro;
  • Imobilizado (ativo fixo): bens tangíveis necessários para a execução das atividades da empresa, os quais não serão vendidos nem convertidos em dinheiro. São chamados também de bens patrimoniais. Exemplos: prédios, terrenos e veículos;
  • Intangível: são bens e direitos associados à organização. São incorpóreos, mas possuem valor e aumentam as vantagens competitivas da empresa, como marcas e patentes.

Contas do Passivo Não-Circulante

O passivo não-circulante corresponde ao subgrupo exigível, ou seja: obrigações que devem ser pagas após o término do próximo exercício, contando a partir do encerramento do Balanço Patrimonial.

O passivo exigível é composto pelas obrigações contraídas com terceiros, como notas promissórias, duplicatas, impostos, financiamento a longo prazo, fornecedores a longo prazo, provisão para contingências trabalhistas e judiciais, debentures com prazo superior a 12 meses e planos de saúde e pensão.

Imagem: © Depositphotos.com / Petunyia

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 9 61107847

(21) 9 69389672

(11) 3230-2238


Suporte ao Aluno:

(11) 9 3024-0660

[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.
Top