Veja como a falta de disciplina para organizar as finanças pessoais pode te afetar

foto de casal calculando as contas
A falta de disciplina financeira pode fazer com o indivíduo fique com o nome sujo, o que implica em diversos problemas financeiros.

De acordo com levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito — SPC Brasil, 37% dos brasileiros não se consideram ordeiros com as suas finanças. O estudo revela que, da mesma forma que os consumidores do País são descuidados com suas contas e compras, eles possuem hábitos que revelam o mesmo descompromisso com diversas outras obrigações: provas, trabalhos, reuniões e variadas responsabilidades da vida.

Por outro lado, 24% pertencem ao grupo de pessoas organizadas, que planejam as atividades diárias e colocam todos os gastos na ponta do lápis. Entre estes dois grupos estão 39% que tentam se organizar, mas não conseguem. O fato é que, por estarem acostumados a lidar com os compromissos de maneira relapsa, a tendência é que o brasileiro acabe tratando a vida financeira da mesma forma, com preguiça e comodismo.

Manter um controle dos gastos, visualizando diariamente a conta corrente, é uma boa maneira de colocar as pendências em dia. Entretanto, uma parcela bem pequena da população consegue registrar a movimentação financeira diariamente: 32% preferem utilizar uma planilha de controle de gastos — que nem sempre é atualizada — e outros 23% preferem usar uma caderneta de anotações.

O mais assustador desses dados é o fato de que 64% dos entrevistados afirmam que manter um controle de gastos e despesas não é tão importante ou urgente. É aí que mora o perigo: este pequeno deslize pode provocar uma cascata de problemas distantes de serem solucionados. Este é um hábito que pode fazer com que a pessoa acabe sujando o próprio nome, o que implica em inúmeras dificuldades financeiras.

A mania de acreditar que é possível fazer o controle financeiro de cabeça trai a maioria das pessoas, que acaba se esquecendo de manter as contas sempre em dia. Quando o indivíduo descobre que tem algo de errado com suas finanças, normalmente já é tarde demais.

Para driblar esse sufoco, a melhor saída é começar a checar o extrato bancário diariamente e riscar as despesas que não condizem com sua qualidade de vida e necessidades básicas. Comece a guardar pelo menos 20% de sua receita para manter a conta sempre no azul e esteja sempre atento ao pagamento das contas, evitando atrasos e juros. Se achar necessário, faça uso de aplicativos para gerenciar as finanças pessoais e tê-las sob controle.

Imagem: AndreyPopov / iStock / Getty Images Plus

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96220.1823


Suporte ao Aluno:

(11) 93024.0660
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top