Veja como sair da crise financeira

casal triste pedindo ajuda
Uma dica muito importante para sair da crise financeira é desapegar dos supérfluos que compramos em nosso dia a dia.

Com a crise financeira que afeta o Brasil, é fundamental se planejar para não acabar se complicando com a falta de dinheiro ou com a quantidade de dívidas. Quem perdeu o emprego está sofrendo com dificuldades financeiras ou está precisando pagar as parcelas dos boletos deve tomar pequenas atitudes que podem fazer grande diferença em sua vida financeira.

Dicas para sair da crise financeira

Desapegue

Em uma situação de dificuldade financeira, a melhor saída é mudar radicalmente o seu estilo de vida, cortando os gastos desnecessários e os itens supérfluos que fazem parte do seu dia a dia. Comece se desfazendo dos itens que estão dentro de casa e não estão mais sendo usados. Que tal uma “venda de garagem” que ofereça roupas em bom estado, eletrodomésticos que não são usados ou aquela prataria antiga? Outra alternativa é colocar as coisas para vender em sites especializados na internet.

Você deve também cancelar os serviços desnecessários. Avalie se não vale a pena reduzir os planos de telefonia e internet. Será que não dá para substituir a academia por uma corrida no parque? Um item que pesa muito no bolso do brasileiro é a alimentação, especialmente quando feita em restaurantes e lanchonetes. Por que não levar a famosa marmita para o trabalho, fora os lanchinhos e frutas para matar a fome repentina? As baladas e o happy hour também devem ser cortadas por um tempo.

Caso você more perto do seu trabalho, vá andando e economize o dinheiro da condução. Por fim, se você tem espaço em casa, plante uma horta com frutas, ervas e vegetais, economizando também com a alimentação.

Parcele

Fugir das cobranças não é melhor caminho para resolver uma situação financeira complicada. A alternativa é procurar os credores, expor seus problemas e verificar como você pode negociar o que deve. Mesmo que você tenha dinheiro para pagar integralmente uma dívida, este não é o melhor caminho, especialmente se você for ficar sem dinheiro de reserva.

As negociações podem trazer condições e taxas de juros diferentes. Por isso, analise com calma o quanto haverá de recursos para que você faça o pagamento de todas as contas sem prejuízos maiores e, claro, sem prejudicar sua reserva financeira. A preferência de pagamento deve ser dada a financiamento de casa e carro, evitando que você perca esses bens e todo o dinheiro já investido nele.

Poupar dinheiro é algo que não pode ser adiado. Portanto, comece hoje a rever seus hábitos financeiros o quanto antes e não se desespere: sair do atoleiro exige esforços pessoais e você deve estar preparado para fazê-los.

Imagem: © Depositphotos.com / focuspocusltd

Compartilhe:

Envie sua mensagem e ligamos para você.

Formulário específico para quem deseja uma Vida Financeira Abundante e Próspera.




 

Fale Conosco

(11) 96220.1823


Suporte ao Aluno:

(11) 93024.0660
[email protected]

Mapa do Site

© 2016 Instituto Coaching Financeiro. Todos os direitos reservados.

Top